AVALIAÇÃO DA PERCEPÇÃO AMBIENTAL DE PROFESSORES DOS ENSINOS PRIMÁRIO E SECUNDÁRIO EM MAPUTO – MOÇAMBIQUE

Por Roosevelt S. Fernandes, Lúcio Dionísio Pitoca Posse, Clarissa Massariol Oliveira, Caroline Zanetti Monjardim

O presente estudo é uma pesquisa exploratória voltada à análise da percepção ambiental de professores dos ensinos Primário e Secundário de Maputo / Moçambique. Tem como objetivo servir de base para uma pesquisa ampla que visará analisar o universo dos professores dos segmentos de ensino agora explicitados. Na futura pesquisa complementar far-se-á a avaliação da percepção ambiental dos estudantes ligados aos professores envolvidos na presente pesquisa (ação de cada professor junto a seus alunos), bem como a avaliação da percepção ambiental das comunidades do entorno das escolas (atividade a ser desenvolvida pelos próprios professores e alunos). Através da avaliação destes três níveis de abordagem serão formuladas propostas de intervenção – corretivas e preventivas – que visem aprimorar possíveis não conformidades do conhecimento ambiental identificadas pela pesquisa. A pesquisa, fase atual (professores) e futura (alunos e entorno da escola), ocorre sob a supervisão técnica direta do Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental e Social / NEPAS (Brasil) e acompanhamento local da ASED – Associação para Estudos de Desenvolvimento, com sede na Cidade da Matota (Moçambique). A pesquisa – cujo trabalho de campo ocorreu entre os meses de Setembro e Outubro de 2011 – em sua fase exploratória – foi totalmente financiada pela BRASITÁLIA – Mineração Espírito Santense Ltda, sediada no Brasil, Cariacica, Estado do Espírito Santo. Em síntese o que se pretende – tendo em conta a fase atual e as futuras do projeto – é oferecer aos gestores de Educação Ambiental de Moçambique um diagnóstico do perfil atual de percepção ambiental de alunos / professores / comunidades do entorno das escolas e, a partir desta base de dados, possibilitar a estruturação de ações direcionadas de intervenção em Educação Ambiental.

Download: PESQUISA MOÇAMBIQUE NEPAS

Os comentários estão desativados.