PERCEPÇÃO AMBIENTAL DA SOCIEDADE – REGIÃO DA GRANDE VITÓRIA (ES) – FRENTE À PROBLEMÁTICA DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS

Por Roosevelt S. Fernandes, Valdir Jose de Souza, Clarissa Massariol, Carolina Baiôcco Bartholomeu, Caroline Zanetti Monjardim

O objetivo principal da pesquisa foi o de avaliar o perfil de percepção ambiental e social da sociedade – tendo como base a Região Metropolitana da Grande Vitória / ES – frente à problemática das Mudanças Climáticas. Como objetivo complementar, em estudo apresentado em separado, realizar a análise comparativo entre as percepções de católicos e evangélicos, tendo em conta  a mesma linha da pesquisa original. A pesquisa envolveu os municípios de Vitória, Cariacica, Serra e Vila Velha (população de 1.504.249 habitantes), segundo a aplicação de 960 consultas, o que redundou em um erro, para mais ou para menos, de 3,2%. Não há conhecimento de pesquisa com o mesmo objetivo, até a data da publicação da mesma, em relação a qualquer região do Estado do Espírito Santo voltada a este tipo de análise Por ser o NEPAS um grupo sem fins lucrativos (criado há cerca de 10 anos com o objetivo de avaliar os níveis de percepção ambiental e social em segmentos formadores de opinião) faz-se a proposição de que este modelo de pesquisa (com ou sem o apoio do NEPAS) seja levado a outras regiões metropolitanas do Brasil, no sentido de que se possa ter um perfil nacional do tema em estudo.

Download: PESQUISA MUDANÇAS CLIMÁTICAS NA GRANDE VITÓRIA

Os comentários estão desativados.